Estudantes da Escola Básica Municipal Professora Ivone Terezinha Garcia, de Camboriú, estão se tornando mais atentos e sensíveis à saúde do planeta e à necessidade de preservar o meio ambiente. Os jovens participam do projeto EMAS (Educação, Meio Ambiente e Saúde), lançado em setembro pela Águas de Camboriú com o propósito de focar em conhecimentos na área de saneamento e preservação ambiental.

A intenção do EMAS é trabalhar de forma transdisciplinar com os estudantes, em encontros que envolvem atividades lúdicas e conteúdos aplicados. Raquel Garcia Helm, bióloga e responsável pelos projetos de educação socioambiental da Águas de Camboriú, explica que, nesta primeira fase, o projeto tem duração de três meses junto a estudantes do quarto ano. “A escola é um caminho de oportunidade para trabalhar a formação de futuros cidadãos. As crianças são propagadores da informação, o que aprendem nas aulas repassam para as famílias. E desta forma o conhecimento vai sendo repassado pelo município”, comenta.

Cerca de 30 estudantes que compõem duas turmas estão participando das aulas. Nelas, os jovens conhecem desde a forma como podem praticar educação ambiental diariamente até o processo de tratamento de água e sua importância para a saúde. Todas as ações do projeto EMAS contam com o apoio e aprovação da Secretaria Municipal de Educação.