Obras e melhorias realizadas no sistema de abastecimento de água tratada garantiram um final de ano bem mais tranquilo em Camboriú. Segundo dados da concessionária Águas de Camboriú, de 22 de dezembro de 2018 a 2 de janeiro de 2019, as pressões de abastecimento permaneceram constantes e acima da média do ano passado. Contribuiu ainda para os bons resultados, o fato de não ter ocorrido intermitência no fornecimento de água causado por quedas de energia e rompimento de tubulações de grande diâmetro, o que prejudica substancialmente a regularidade do abastecimento. Os registros de desabastecimento por parte dos clientes tiveram uma queda de quase 70%, sendo estes pontuais, nas partes mais altas da cidade.

Com investimento total de R$ 25 milhões em três anos, a série de melhorias realizadas pela Águas de Camboriú, das quais se destacam este ano as 8 bombas pressurizadoras e a extensão de 3 quilômetros de reforços de rede, se somam à boa parceria com a Emasa, que capta e disponibiliza água para o município de Camboriú. “Mesmo com o recorde de turistas na região, a empresa manteve os volumes à Camboriú”, observa Gabriel Fasola, gestor operacional da Águas de Camboriú.

Mesmo após um final de ano com abastecimento normal, a Águas de Camboriú reforça o alerta para o consumo racional de água nas próximas semanas, quando ainda há grande concentração de visitantes na região. O alerta é replicado também pela Emasa, Epagri, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Camboriú (SITRUC), Comitê do Rio Camboriú e prefeituras das duas cidades.