Notícias

Ver notícia

Mesmo com a chuva da última semana, a Bacia do Rio Camboriú sofre com a escassez de água provocada pela diminuição rápida do nível do rio nas últimas 24 horas. A Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) e a Águas de Camboriú alertam a população para o uso racional da água e traçam algumas medidas para reduzir o impacto no abastecimento dos dois municípios: Balneário Camboriú e Camboriú.

Desde a tarde de sexta-feira (11), o nível do rio vem diminuindo muito rápido, o que deixou a régua da Emasa abaixo de 1 metro no ponto de captação de água – situação considerada preocupante. Com a chegada do fim de semana e o feriado de Nossa Senhora Aparecida, quando muitos turistas chegam à região, o consumo também aumenta e é preciso contar com a colaboração de todos para o uso consciente da água.

“Mesmo com a chuva da última semana, a bacia do Rio Camboriú é pequena e a água não fica armazenada por muito tempo. Estamos tomando algumas medidas, mas também precisamos do apoio da população para fazer o uso consciente até o nível do rio subir novamente”, explica o diretor geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

A Emasa e Águas de Camboriú estão em contato direto com rizicultores do interior de Camboriú para liberarem água das quadras reservada nesta época no cultivo de arroz com o objetivo de gerar maior fluxo no ponto de captação. Também já estão fazendo uso da reserva de água do Parque Linear.

Vazão reduzida para Camboriú

Devido à estiagem, poderá ser reduzida a vazão de tratamento e, consequentemente, a vazão de distribuição. Toda a cidade poderá sentir baixa pressão e o abastecimento poderá seguir em regime de racionamento. Essas ações estão sendo avaliadas desde a manhã de sábado. Os bairros de ponta de rede são os mais afetados, incluindo o Conde Vila Verde, Monte Alegre, Tabuleiro, Cedro e Rio Pequeno, mas poderá ocorrer  baixa pressão também no Rio Pequeno, Centro, Santa Regina e São Francisco de Assis.

Não só neste período é recomendado que a população use a água de forma consciente. Além de preservar o meio ambiente, racionar água garante também a economia na conta mensal.

Confira algumas dicas para economizar água:

– Verifique vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.

– Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los.

– Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Só abra quando for usar. Uma torneira aberta por cinco minutos desperdiça 80 litros de água.

– Evite lavar garagens e calçadas neste período. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.

– Não tome banhos demorados, cinco minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.

– Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova ou esponja e jogue no lixo.

Compartilhar:

Veja Também

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

O serviço de abastecimento de água realizado pela Águas de Camboriú implica em custos e investimentos permanentes.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Camboriú.

1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Documentos Saiba mais
Documentos

Tenha acesso aos relatórios e documentos de interesse público da Águas de Camboriú.