Notícias

Ver notícia

O uso de energias renováveis vem sendo cada vez mais debatido, principalmente dentro das corporações. Energia renovável é uma categoria de energia composta por recursos naturais que se regeneram rapidamente, ou que são ativos permanentemente, como o Sol e o vento, por exemplo. Aproveitando esses recursos, recentemente a Aegea de Santa Catarina, responsável pelas empresas Águas de Bombinhas, Águas de Penha, Águas de Camboriú e Águas de São Francisco do Sul, anunciou um recorde em relação ao consumo de fontes renováveis. Conversamos com Reginalva Mureb, presidente das concessionárias, para entender mais sobre o assunto.

Confira na entrevista a seguir:

Por que as concessionárias Aegea vêm aderindo ao uso das energias renováveis?

O consumo de energias renováveis e outros materiais que garantam a sustentabilidade dos municípios onde estamos inseridos é um dos nossos principais objetivos. A prestação do serviço de abastecimento e esgotamento sanitário tem de vir acompanhada com o foco no futuro e nas próximas gerações, fazendo o melhor uso possível, e de forma consciente, dos recursos disponíveis na natureza.

Quais são os índices de uso de energia limpa das empresas de Santa Catarina?

O uso de energia elétrica proveniente do mercado livre de energia e de geração distribuídas nas concessionárias Águas de São Francisco do Sul, Águas de Penha, Águas de Camboriú e Águas Bombinhas, todas em Santa Catarina, alcançou o índice de 82%, nos seis primeiros meses de 2023.

Como as empresas vem se adaptando para esse consumo mais sustentável?

A mais recente estrutura das quatro concessionárias a ingressar no mercado de energia limpa foi a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE-Ubatuba), em São Francisco do Sul. Com ingresso da ETE – Ubatuba no programa de energia limpa, toda a energia utilizada pela estrutura será proveniente da energia eólica. Foram necessárias uma série de adequações as instalações operacionais e parcerias com fornecedores. Se considerado o índice de uso de energia limpa de cada concessionária, no entanto, ele está dividido da seguinte forma: São Francisco do Sul (90%); Bombinhas (86%), Camboriú (50%) e Penha (40%).

Quando essa iniciativa começou?

A mudança vem ocorrendo de forma gradativa. Em 2021, por exemplo, tínhamos apenas 18% de uso de energia renovável. No ano seguinte já estávamos consumindo 70% da energia vinda de fontes renováveis. Nesse ano conseguimos aumentar ainda mais o consumo, alcançando os 82%.

Quais os próximos avanços da Aegea de Santa Catarina nesse sentido?

Nosso objetivo é continuar investindo nas fontes renováveis, cada vez mais, e ampliar o consumo dessas energias principalmente onde ainda temos espaço para isso, como em Camboriú e Penha. Vale reforçar que o uso de energia proveniente do mercado livre de energia e de geração distribuídas está em linha com o Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS7) estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU), que tem como foco a garantia de acesso à energia limpa para todas as pessoas até 2030.

Compartilhar:

Veja Também

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Ofícios Saiba mais
Ofícios

DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E PÚBLICO ALVO O Serviço consiste na emissão de declaração de viabilidade para instalação de hidrantes, declaração d...

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

O serviço de abastecimento de água realizado pela Águas de Camboriú implica em custos e investimentos permanentes.